Início > Uncategorized > NÃO DESPERDICE SEUS CRÉDITOS

NÃO DESPERDICE SEUS CRÉDITOS

A resposta era sim!!! Éramos a mais nova contratação da gravadora Oversonic Music e o momento era de alegria e gratidão a Deus. O caminho era longo de volta para casa e seria repleto de conversas. No carro eu, Helber e Rocko, 3 Desconect’s voltando de São José para contar a boa noticia a todos os outros.

A conversa era boa, falávamos de projetos, sonhos e ministrávamos uns aos outros a cerca da palavra de Deus e seus ensinamentos quando  de repente o Rocko disse algo que me fez meditar.

Imagine que toda noite Deus vem ti visitar antes de dormir com a fatura do cartão de crédito (Sem Limites) dado pelo sangue de Cristo.

Na fatura uma porção de Débitos seus (Pecados) apresentados bem a sua vista. Frente e Frente com Deus. E se isso começasse a se repetir toda noite? Faria você pensar mais antes de errar? O que você falaria para Deus? Será que perguntaria o que tem pra Hoje Senhor?

Falo isso, porque somos muito ingratos com Deus, não enxergamos mais que somos constantemente alvos da graça de Deus, Graça tamanha que me constrange …

Somos tão pecadores e nem percebemos, reclamamos de tudo a nossa volta e não enxergamos que depois de um dia repleto de erros e pecados, ao ajoelharmos e orarmos a Deus de coração sincero, ele vem ao nosso encontro com sua voz suave e diz: Dos teus pecados já não me lembro mais ….. A Graça mais uma vez agindo em nós … Graça = Favor imerecido

É verdade sim que somos pecadores e vamos sempre pecar, mas não devemos aceitar isso, não devemos viver passivamente com o pecado. Seja firme e vigilante, resista às tentações e triunfe em Deus sobre o pecado. Convide o Espírito Santo de Deus para direcionar os seus atos.

Não permita que o pecado faça parte de você, é hora de rejeitar, pedir a graça de Deus e experimentar a liberdade.

Pense nisso, Eu to pensando …

Medite em Romanos 6

1 – Que diremos então? Continuaremos pecando para que a graça aumente? 2 – De maneira nenhuma! Nós, os que morremos para o pecado, como podemos continuar vivendo nele? 3 – Ou vocês não sabem que todos nós, que fomos batizados em Cristo Jesus, fomos batizados em sua morte? 4 – Portanto, fomos sepultados com ele na morte por meio do batismo, a fim de que, assim como Cristo foi ressuscitado dos mortos mediante a glória do Pai, também nós vivamos uma vida nova. 5 – Se dessa forma fomos unidos a ele na semelhança da sua morte, certamente o seremos também na semelhança da sua ressurreição. 6 – Pois sabemos que o nosso velho homem foi crucificado com ele, para que o corpo do pecado seja destruído, e não mais sejamos escravos do pecado; 7 – pois quem morreu, foi justificado do pecado. 8 – Ora, se morremos com Cristo, cremos que também com ele viveremos. 9 – Pois sabemos que, tendo sido ressuscitado dos mortos, Cristo não pode morrer outra vez: a morte não tem mais domínio sobre ele. 10 – Porque morrendo, ele morreu para o pecado uma vez por todas; mas vivendo, vive para Deus. 11 – Da mesma forma, considerem-se mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus. 12 – Portanto, não permitam que o pecado continue dominando os seus corpos mortais, fazendo que vocês obedeçam aos seus desejos. 13 – Não ofereçam os membros dos seus corpos ao pecado, como instrumentos de injustiça; antes ofereçam-se a Deus como quem voltou da morte para a vida; e ofereçam os membros dos seus corpos a ele, como instrumentos de justiça. 14 – Pois o pecado não os dominará, porque vocês não estão debaixo da lei, mas debaixo da graça. 15 – E então? Vamos pecar porque não estamos debaixo da lei, mas debaixo da graça? De maneira nenhuma! 16 – Não sabem que, quando vocês se oferecem a alguém para lhe obedecer como escravos, tornam-se escravos daquele a quem obedecem: escravos do pecado que leva à morte, ou da obediência que leva à justiça? 17 – Mas, graças a Deus, porque, embora vocês tenham sido escravos do pecado, passaram a obedecer de coração à forma de ensino que lhes foi transmitida. 18 – Vocês foram libertados do pecado e tornaram-se escravos da justiça. 19 – Falo isso em termos humanos por causa das suas limitações humanas. Assim como vocês ofereceram os membros dos seus corpos em escravidão à impureza e à maldade que leva à maldade, ofereçam-nos agora em escravidão à justiça que leva à santidade. 20 – Quando vocês eram escravos do pecado, estavam livres da justiça. 21 – Que fruto colheram então das coisas das quais agora vocês se envergonham? O fim delas é a morte! 22 – Mas agora que vocês foram libertados do pecado e se tornaram escravos de Deus, o fruto que colhem leva à santidade, e o seu fim é a vida eterna. 23 – Pois o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor.

Com Amor ..

Rodrigo Mouras

Anúncios
Categorias:Uncategorized
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: